FANDOM


O 3-2-1 foi um CallTV independente produzido pela TView Media do Brasil Ltda.. O programa estreou no dia 8 de Julho de 2013, sendo exibido pela Rede Bandeirantes nas parabólicas, e posteriormente, pelo canal Terra Viva. O último programa foi em 30 de Agosto de 2013.

O Programa

O 3-2-1 tinha o mesmo formato dos outros CallTVs. Aparecia uma palavra embaralhada na tela e a apresentadora tentava convencer os telespectadores a ligar para o programa para acertar a "palavra-chave" e ganhar um prêmio.

O Telespectador ligava para um número, onde ele precisava participar de um jogo, o jogo era adivinhar se tal afirmação era verdadeira ou falsa. O participante deveria pontuar o máximo possível pois aquele com o maior número de pontos entre os participantes, era escolhido para falar ao vivo.

O desafio era sempre o mesmo, uma palavra embaralhada. A apresentadora também era a mesma (diferente dos similares, onde há um rodízio de apresentadores), de nome Juliana (sobrenome não aparece). O cenário era espaçoso e colorido.

Produção

Inicialmente, era exibido apenas na Band em seu sinal nas parabólicas, ia ao ar de segunda à sexta, das 14h às 15 horas, sempre com uma hora de duração. Posteriormente, o programa começou a ser exibido pelo Terra Viva que também é do Grupo Bandeirantes. Lá, o CallTV teve vários horários: das 10h às 12h, e das 15h às 17h, chegando a somar 6 horas diárias de programa.

Fim

O 3-2-1 não durou mais que dois meses. O motivo foi um desentendimento entre os produtores do programa, e a empresa de telefonia contratada para o serviço, a Telecom 65. Ela ficava responsável pelo serviço telefônico vinculado ao programa e que recebia diretamente o valor da chamadas, ficando retida com eles.

Porém, como parte do contrato, a Telecom 65 deveria repassar uma boa quantia para produtora, para que essa pudesse repassar os prêmios para os ganhadores. A empresa se atrasou no repasse, fazendo com que a produtora demorasse para pagar os prêmios, já que os custos de produção já tinham sido pagos. A produção do programa afirmou que poderia entrar na justiça para receber os R$866.000 que lhe são de direito. Até agora não houve nenhuma informação à respeito. O site do programa saiu do ar.