Wiki TVPédia Brasil
Advertisement
Wiki TVPédia Brasil

Boris Casoy é um jornalista e apresentador.

Trajetória

Boris Casoy nasceu em São Paulo em 13 de Fevereiro de 1941. Filho caçula de imigrantes judeus russos e com quatro irmãos, adquiriu poliomielite ao completar um ano de vida. Por não conseguir andar até os nove anos, tornou-se um grande ouvinte de rádio, ficando admirado com o veículo. Estudou os primeiros anos nos colégios Stanford e Mackenzie, foi reprovado diversas vezes no curso científico e chegou a estudar Direito na Universidade Mackenzie, mas não concluiu.

Começou a trabalhar aos 15 anos, em 1956, como locutor esportivo em uma rádio e locutor na Rádio Eldorado. Seu primeiro trabalho na televisão foi em 1961, como repórter do programa Mosaico na TV, voltado à comunidade judaica, e que na época era exibida pela Tupi. Entre 1968 e 1969, foi Secretário de Imprensa do Secretário de Agricultura do Governo do Estado de São Paulo. Posteriormente, foi assessor de imprensa do Ministro da Agricultura e secretário de imprensa do prefeito de São Paulo.

Em 1974, começou a trabalhar na Folha de S.Paulo. Inicialmente como editor de política, tornou-se editor chefe três meses depois. Deixou o jornal em 1976 para para dirigir a Escola de Comunicação e o setor cultural da FAAP. Retornando em 1977, escrevendo a coluna "Painel", sobre os bastidores da política. Ainda no mesmo ano, tornou-se o editor-chefe e diretor de redação. Cargo que ocupou até 1984, quando voltou com a coluna "Painel".

A credibilidade que conquistou trabalhando no jornal, fez com que ele fosse contratado pelo SBT em 1988, onde lançou o TJ Brasil. Telejornal responsável por dar credibilidade ao jornalismo da emissora e que lançou a figura do "âncora". Como "âncora" do noticiário no qual comandou até 1997, alcançou popularidade por seu estilo particular e por usar bordões como "Isto é uma vergonha!" e "É preciso passar o Brasil a limpo". Ficando conhecido, durante toda a sua carreira televisiva por emitir sua opinião sobre os assuntos mais polêmicos. principalmente envolvendo política.

Apresentou o Jornal da Record entre 1997 e 2005. Em 2007, assumiu a ancoragem do Telejornal do Brasil da TV JB, emissora que ficou apenas cinco meses no ar. Em 2008, assinou contrato com a Band, onde apresentou o Jornal da Noite até 2016. Em seguida, foi para a RedeTV! onde apresentou o RedeTV! News até 2020, quando foi dispensado da emissora. A partir de 2020, passou a comandar o Jornal do Boris, exibido na Gazeta, Alpha Channel TV e via redes sociais.

Protagonizou um momento polêmico em 31 de Dezembro de 2009, ao apresentar o Jornal da Band. Após o jornal exibir imagens com uma dupla de garis desejando feliz Ano-Novo, vazou o áudio do jornalista fazendo um comentário depreciativo, que repercutiu negativamente. O apresentador pediu desculpas no dia seguinte. Apesar do pedido, os garis que apareceram na reportagem processaram Casoy e a emissora.

Trabalhos na TV

Ano Título Cargo Notas
1961 Mosaico na TV Repórter
1988 — 1997 TJ Brasil Apresentador
1995 — 2005 Jornal da Record
2002 — 2004 Record Debate Apresentador / Mediador
2007 Telejornal do Brasil Apresentador
2008 — 2016 Jornal da Noite
Jornal da Band Apresentador Eventual
2016 — 2020 RedeTV! News Apresentador
2016 — 2018 RedeTV! Eleições Apresentador / Mediador
2020 — Atual Jornal do Boris Apresentador
Advertisement