FANDOM


CNN Brasil é um futuro canal de notícias da TV por Assinatura. Filial brasileira do conhecido canal homônimo, é administrado pelo empresário Rubens Menin e pelo jornalista Douglas Tavolaro. Tem lançamento previsto para o Março de 2020.

O Canal

Com 24 horas de programação jornalistica, disponível para a TV por Assinatura e plataformas digitais, traz para o Brasil o consagrado estilo da CNN, considerado o maior canal de notícias do mundo. Criado por Ted Turner em 1980 nos Estados Unidos e que ganhou várias versões pelo mundo. Sua sede fica em São Paulo, com filiais no Rio de Janeiro e em Brasília.

Ao contrário da matriz americana, a versão brasileira não é operada pela Turner, que fica responsável apenas pelo licenciamento da marca. Mas sim operada integralmente por brasileiros, algo semelhante à filiais do canal na Turquia e Indonésia.

História

Desde o início dos anos 2000, houveram várias tentativas de implantar uma versão brasileira da CNN, inclusive uma tentativa de parceria com a RedeTV! em 2017 para que fizesse parte de um futuro porrifólio de canais da programadora Simba Content, mas nada foi adiante.

Em 14 de janeiro de 2019, o jornalista e então vice-presidente de jornalismo da RecordTV Douglas Tavolaro comunicou a sua saída da emissora após firmar com CNNIC (CNN International Commercial) um contrato de licenciamento da marca CNN junto com o empresário Rubens Menin, dono da MRV Engenharia e do Banco Inter. Também foi anunciado que trariam para o Brasil uma versão do canal internacional e que este seria lançado no segundo semestre de 2019. [1][2][3]

Em Fevereiro do mesmo ano, foi anunciado que Américo Martins ficou com o cargo de vice-presidente de conteúdo. O jornalista que até então trabalhava na BBC em Londres, aceitou o convite dos CEOs do canal [4]. Já os jornalistas Leandro Cipoloni e Virgilio Abranches, recém saídos da RecordTV, ficaram respectivamente nos cargos de Vice-presidente de Jornalismo e Vice-presidente de Programação e Multiplataforma. Também saído da Record, Fabiano Falsi tornou-se o chefe de redação.[5][6]

Para lançar o canal ainda em 2019, foi feita uma corrida contra o tempo. Os executivos e diretores viajaram para Atlanta visitar a sede do canal americano. Em seguida, ficou definido que a sede principal do canal seria em São Paulo, na Avenida Paulista.[7]

Referências

  1. O construtor de uma nova TV — IstoÉ Dinheiro
  2. CNN Brasil pode ameaçar a liderança da Globo — Exame
  3. Empresário mineiro e fundador da MRV vai trazer operação da CNN para o Brasil — Estado de Minas
  4. CNN Brasil vai ter Américo Martins como seu vice-presidente de conteúdo — iG
  5. CNN Brasil contrata jornalistas da Record para cargos de vice-presidentes de Jornalismo e Programação — Observatório da Televisão
  6. Montagem da CNN Brasil já tem muita gente envolvida — Flávio Ricco (UOL)
  7. Sede brasileira da CNN vai ficar na Avenida Paulista — Estadão
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.