Wiki TVPédia Brasil
Advertisement
Wiki TVPédia Brasil

CNN Brasil (ou simplesmente CNN) é um canal de notícias da TV por Assinatura. Filial brasileira do conhecido canal homônimo, é administrado pela Novus Mídia, do empresário Rubens Menin. Lançado em 15 de Março de 2020.

O Canal

Com 24 horas de programação jornalistica, disponível para a TV por Assinatura e plataformas digitais, traz para o Brasil o consagrado estilo da CNN, considerado o maior canal de notícias do mundo. Criado por Ted Turner em 1980 nos Estados Unidos e que ganhou várias versões pelo mundo. Sua sede fica em São Paulo, com filiais no Rio de Janeiro e em Brasília. Exibindo programação jornalística própria, além de conteúdo do canal matriz.

Ao contrário da matriz americana, a versão brasileira não é operada pela Turner, que fica responsável apenas pelo licenciamento da marca. Mas sim operada integralmente por brasileiros, algo semelhante à filiais do canal na Turquia e Indonésia.

Historico

Desde o início dos anos 2000, houve várias tentativas de implantar uma versão brasileira da CNN, inclusive, ocorreu uma tentativa de parceria com a RedeTV! em 2017 para que fizesse parte de um futuro porrifólio de canais da programadora Simba Content, mas nada foi adiante.

Em 14 de janeiro de 2019, o jornalista e então vice-presidente de jornalismo da RecordTV Douglas Tavolaro comunicou a sua saída da emissora após firmar com CNNIC (CNN International Commercial) um contrato de licenciamento da marca CNN junto com o empresário Rubens Menin, dono da MRV Engenharia e do Banco Inter. Também foi anunciado que trariam para o Brasil uma versão do canal internacional e que este seria lançado no segundo semestre de 2019. [1][2][3]

Em Fevereiro do mesmo ano, foi anunciado que Américo Martins ficou com o cargo de vice-presidente de conteúdo. O jornalista que até então trabalhava na BBC em Londres, aceitou o convite dos CEOs do canal [4]. Já os jornalistas Leandro Cipoloni e Virgilio Abranches, recém saídos da RecordTV, ficaram respectivamente nos cargos de Vice-presidente de Jornalismo e Vice-presidente de Programação e Multiplataforma. Também saído da Record, Fabiano Falsi tornou-se o chefe de redação.[5][6]

Para lançar o canal ainda em 2019, foi feita uma corrida contra o tempo. Os executivos e diretores viajaram para Atlanta visitar a sede do canal americano. Em seguida, ficou definido que a sede principal do canal seria em São Paulo, na Avenida Paulista.[7]

Em 4 de Junho de 2019, o canal anunciou por meio das redes sociais seus primeiros apresentadores contratados: Evaristo Costa e William Waack, que já estavam longe da TV fazia um tempo [8]. Nos meses que se seguiram, o canal acertou acertou a contratação de jornalistas recém-saídos de emissoras como Globo, SBT, Band, RecordTV, Cultura e TV Brasil, como Reinaldo Gottino, Monalisa Perrone, Mari Palma, Phelipe Siani, Cassius Zeilmann, Daniel Adjuto, Luciana Barreto, Daniela Lima e Cris Dias. [9]

Previsto inicialmente para estrear em Setembro de 2019, o lançamento foi adiado para Março de 2020. Acordos de transmissão com a Claro e Sky foram fechados. O canal passou a ser disponibilizado por essas operadoras no canal 577. As operações começaram em janeiro, com os profissionais trabalhando como se já estivessem no ar. Nos primeiros dias de Março, a data de lançamento foi adiada novamente, do dia 8 para o dia 15. Em 13 de Março, o sinal do canal foi aberto, com a exibição de teasers e chamadas até o o momento de estreia.

A inauguração oficial ocorreu em 15 de Março de 2020, às 20h, com a exibição do CNN No Ar com todos os âncoras da casa. A estreia contou com uma entrevista ao vivo com o presidente Jair Bolsonaro e uma entrevista exclusiva com o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira.

Em Maio, Reinaldo Gottino, pede demissão e retorna à Record. Cris Dias também deixa o canal. Em junho, estreia o CNN Tonight. Em Outubro, o canal contrata Márcio Gomes e Glória Vanique, recém-saídos da Globo, além de Carla Vilhena. Em novembro, o canal se destaca com a cobertura das eleições municipais brasileiras e a cobertura das eleições presidenciais dos EUA. Na noite do dia 15, quando ocorreu o primeiro turno das eleições municipais, o canal conquistou uma média de 1,6 pontos de audiência na faixa das 18h e 0h, com picos de 3 pontos.

Em Março, Douglas Tavolaro deixa o cargo de CEO da empresa, vendendo sua participação nela para Rubens Menin, que passa ter o controle total da Novus Mídia. Em 17 de maio, Renata Afonso assume oficialmente como CEO.

Programação

Noticiários

Política e Economia

  • CNN Líderes
  • CNN Carteira Inteligente
  • Fórum CNN

Documentários

  • Realidade CNN
  • CNN Séries Originais

Variedades

Internacionais

  • Amanpour

Referências

Advertisement