FANDOM


O Criança Esperança é uma campanha nacional da Globo de mobilização social que busca a conscientização em prol dos direitos da criança e do adolescente. Lançado em 2003, atualmente é apresentado por um time de artistas que se reveza a cada ano.

O Especial

É uma iniciativa da Globo, em parceria inicialmente com a UNICEF e posteriormente com a UNESCO. O projeto é um dos mais bem sucedidos relacionados a programas sociais dirigidos às crianças carentes em todo o mundo.

A Globo se dedica inteiramente nos dias que antecedem o show (e no dia seguinte também). O Show anual, que sempre acontece em um sábado, geralmente no mês de agosto, reúne diversos artistas, entre músicos, apresentadores e atores do elenco da emissora. Renato Aragão, embaixador da UNICEF no Brasil, foi o mestre de cerimônias do evento por muitos anos. Boa parte das apresentações é dedicada à mostrar a cultura brasileira e a vida das crianças pelo Brasil. Entre as apresentações, são apresentados matérias referente a muitos assuntos relacionados aos direitos da criança e do adolescente.

Mesão da Esperança

O Mesão da Esperança é uma iniciativa feita para promover a campanha nos dias em que ela acontece. Nele, dezenas de famosos (dentre artistas da Globo, da música, entre outros) se reúnem e se revezam em uma grande mesa para atender as ligações de telespectadores que fazem doações. O "Mesão" acontece nos dias que antecedem e o especial e no dia seguinte ao programa. É apresentado por diversos nomes da emissora (também em esquema de revezamento) que aparecem em entradas ao vivo na programação da emissora. O "Mesão" também acontece durante toda a exibição do especial.

Essa iniciativa foi lançada oficialmente em 22 de Agosto de 2010, durante o Fantástico, e acontecia em um estúdio separado. A partir de 2015, passou ser realizado dentro do cenário do especial.

Histórico e Produção

O especial, que substituiu o SOS Nordeste foi exibido pela primeira vez em em 28 de Dezembro de 1986, como um especial de fim de ano intitulado 20 Anos Trapalhões - Criança Esperança. O programa foi apresentado pelo quarteto Os Trapalhões e exibido ao vivo diretamente do Teatro Fênix. Desde o início, a Rede Globo dedica uma programação especial ao evento. Em 1991, o programa comemorou os 25 anos dos Trapalhões. Em 1994, o programa foi realizado no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Lugar esse que servi de locação para o Criança Esperança até 2011.

Em 2004, o projeto passou a contar com a parceria da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Entre 2004 e 2008, o especial contou com dois dias de show. O de sábado, apresentado por Renato Aragão com um viés mais de espetáculo. E o de Domingo à tarde, apresentado por Angélica, Luciano Huck e Ana Maria Braga, com um viés de programa de auditório. Na edição de 25 Anos, em 2010, pela primeira vez desde que chegou a emissora, Xuxa Meneghel não se apresentou. Também foi nesse ano que estreou o Mesão da Esperança, quem opta por fazer uma doação de mais de R$ 40, pode ser atendido por um artista da emissora.

Em 31 de Agosto 2013, pela primeira vez, o evento não é apresentado por Renato Aragão. O Criança Esperança ganha o comando de Lázaro Ramos (que é embaixador da UNICEF), Fernanda Lima e Patricia Poeta. Nesse ano, a campanha ganhou o reforço do Bom Dia Brasil, Mais Você, Bem Estar e Encontro com Fátima Bernardes, que ganharam edições especiais naquele sábado. Esse ato se repetiu na edição do ano seguinte, onde a campanha passou a contar com mobilizadores: artistas e jornalistas que desempenham papéis relevantes em iniciativas de responsabilidade social.

O especial ganhou um novo formato a partir da edição de 2015. Deixou de ser um grande show e se transformou em um programa de auditório especial ao vivo. Lázaro Ramos, Leandra Leal, Dira Paes e Flavio Canto foram os apresentadores entre 2015 e 2017. Em 2018, o time de apresentadores ganhou o reforço de Fernanda Gentil, Jonathan Azevedo e Camila Pitanga. Na edição de 2019, o especial é exibido pela primeira vez em uma noite de segunda-feira. Sandra Annenberg entra para o time de apresentadores, substituindo Lázaro Ramos e Camila Pitanga. No sábado anterior à exibição desta edição, foi ao ar uma edição especial do Altas Horas ao vivo.

A edição de 2020, por conta da pandemia de COVID-19, será feita em partes de maneira remota. O especial que comemora os 35 anos da campanha terá participações de artistas que farão entradas em suas próprias casas, por meio de videoconferência. Além disso, o time de apresentadores é completamente renovado: Fátima Bernardes, Jéssica Ellen, Luciano Huck, Luis Roberto, Maria Júlia Coutinho, Tiago Leifert e Ana Maria Braga. O Mesão da Esperança também acontece de maneira remota.

Apresentadores

Atuais

Antigos

Veja Também

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.