FANDOM


Edir Macedo é um bispo evangélico, escritor e empresário. Fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e proprietário da Rede Record e do Grupo Record.

Trajetória

Edir Macedo Bezerra nasceu em 18 de Fevereiro de 1945 na cidade de Rio das Flores, no Rio de Janeiro. De ascendência de judeus europeus, e de família católica, com seis irmãos, aos 16 anos conseguiu um emprego em um escritório administrativo. Estudou matemática na Universidade Santa Úrsula e, posteriormente, na Universidade Federal Fluminense. Mas trancou os estudos na Universidade e estudou até o segundo ano na Escola Nacional de Ciências Estatísticas. Foi servidor público por 16 anos, chegando a trabalhar como pesquisador do IBGE.

Seu contato com a religião evangélica começou ainda na juventude, quando frequentava cultos por influência de sua irmã mais velha. Convertendo-se aos 19 anos de idade. Em 1975, decidiu fundar sua instituição religiosa, que anos mais tarde tornou-se a Igreja Universal do Reino de Deus, fundada juntamente com seu cunhado R. R. Soares. Edir começou pregando num coreto na Praça Jardim do Méier aos sábados à tarde. Posteriormente as reuniões passaram a ser feitas em cinemas antigos, e ele também fazia incursões em vários locais.

Com o crescente número de novos adeptos, Macedo abriu outros templos da IURD. A igreja passou a se expandir na década de 80, tornando-se com o passar dos anos um dos maiores grupos neopentecostais no mundo. Passou a comprar horários no rádio e na TV para transmitir suas pregações. Sua primeira aparição na televisão foi em 1978 em "O Despertar da Fé", um programa de 15 minutos exibido na TV Tupi, em horário comprado por ele.

Comprou a TV Record em 1989. Na época, a emissora pertencia a Silvio Santos e à família de Paulo Machado de Carvalho e era um canal pequeno, com cobertura apenas para o estado de São Paulo. Com a nova gestão, a Record começou a se expandir a partir dos anos 90, tornando-se a terceira maior rede de televisão do país, e tornando o Grupo Record um dos mais poderosos conglomerados de mídia.

Ao longo dos anos, passou por diversos momentos polêmicos. Sendo acusado várias vezes de ser um "falso profeta" e um "charlatão", de usar a igreja para explorar a fé alheia e praticar intolerância religiosa. Em 24 de maio de 1992, foi preso acusado de charlatanismo, estelionato e curandeirismo. Ele foi solto onze dias depois, e as acusações foram posteriormente arquivadas por falta de provas. Em 2009, foi acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Em 2011, foi denunciado pelo Ministério Público Federal em São Paulo pelos crimes de formação de quadrilha para lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

É o autor de vários livros de caráter espiritual, muitos deles já alcançaram a marca de 10 milhões de exemplares vendidos. Foi apontado pela revista norte-americana Forbes como o pastor mais rico do Brasil, com um patrimônio estimado em 1,1 bilhão de dólares. Em 2018, foi lançado nos cinemas a primeira parte da sua cinebiografia "Nada a Perder". Na trilogia de filmes, Edir é interpretado pelo ator Petrônio Gontijo.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.