FANDOM


O Jornal do SBT foi um telejornal noturno do SBT, e por muitos anos foi o principal noticiário da casa. Estreou em 1991 e teve seu fim em 2016.

História

Em 1990, o SBT passava por uma reestruturação que também atingiu seu jornalismo. O TJ Manhã e o TJ Noite saíram do ar. Para substituir este último, a emissora colocou no ar uma reprise do TJ Brasil (na época, apresentado por Bóris Casoy). Foi um teste que deu certo na audiência e fez o canal investir em um novo noticiário para o horário.

Para isso, contratou a jornalista Lillian Witte Fibe, recém saída da Globo. O anúncio da contratação para o público foi feita no Jô Soares Onze e Meia em 11 de Março de 1991. No talk-show, Lillian anunciou também que apresentaria uma segunda edição do TJ Brasil no momento em que a Globo exibiria a novela das oito, como um "tapa-buraco" enquanto não começava a linha de shows. Mais tarde ela ganhou a apresentação de uma "terceira edição" que seria exibida após o programa de Jô Soares, e que acabou se tornando o Jornal do SBT.

O Jornal do SBT estreou em 20 de Maio de 1991, com a apresentação de Lillian, e como um dos presentes do SBT em comemoração aos 10 anos de existência da emissora. Estreando junto com o Aqui Agora, o jornal se diferenciava do TJ Brasil pois dava ênfase aos acontecimentos do meio político e econômico. Ela permaneceu na atração até 1993 quando retornou à Globo, para apresentar o Jornal da Globo.

Foi substituída pelo casal Eliakim Araújo e Leila Cordeiro, recém saídos da Manchete. A intenção original era destiná-los para assumir o comando do Aqui Agora, o que acabou acontecendo de fato. Porém, o Jornal do SBT saiu do ar em Novembro de 1995 para dar lugar à uma segunda edição do SBT Notícias que havia estreado recentemente. Leila e Eliakim apresentavam as duas versões, mas como o novo jornal não emplacou na audiência, saiu em dezembro de 1995.

O Jornal do SBT ganhou um retorno entre janeiro e novembro de 1996, saindo do ar novamente por conta de uma série de cancelamentos promovida pelo SBT naquele ano. Uma reprise do TJ Brasil foi colocada no lugar em março de 1997, atingindo bons índices. Fazendo o jornal retornar por pouco tempo, sendo cancelado mais uma vez em Julho de 1997. A justificativa do SBT, em comunicado, foi que o casal de âncoras estava de férias.

E durante as férias deles, o SBT fechou uma parceria para retransmitir durante as madrugadas, a programação noticiosa do canal pago CBS Telenotícias, que tinha acabado de lançar sua versão em português. Com a parceria, o Jornal do SBT passou a ser coproduzido pela CBS Telenotícias e exibido diretamente de seus estúdios localizados em Miami, na Flórida. Leila e Eliakim apresentavam o jornal nos EUA enquanto Hermano Henning apresentava no Brasil nos estúdios do SBT. O novo jornal, também chamado de Jornal do SBT/CBS Telenotícias estreou em 15 de Dezembro de 1997 e ficou no ar até Agosto de 1997. Saiu do ar devido ao fim da parceria entre o SBT e a CBS (que culminou também no fim dos noticiários de madrugada). Pareceria essa que voltou 1999, mas sem fazer com que o jornal voltasse.

O Jornal do SBT retornou em 28 de Junho de 1999, apresentado por Hermano Henning. 19 de Setembro de 2005 (um mês depois depois da estreia do SBT Brasil) ganhou uma versão matinal: o Jornal do SBT - Manhã. Em 7 de Março de 2006, o recém-contratado Carlos Nascimento assumiu a bancada, enquanto Henning assumiu a edição matinal. No final de 2007, Nascimento passa a dividir a apresentação com Cynthia Benini.

Em abril de 2011, o SBT anunciou que Cynthia Benini seria substituída por Karyn Bravo, o que só ocorreu de fato em 1 de Agosto de 2012. Em Setembro de 2013, Nascimento foi substituído por Marcelo Torres para tratar um câncer no intestino. Entre Janeiro e Maio de 2014, Karyn entra de licença maternidade e é substituída por Neila Medeiros.

Em 22 de Setembro de 2014, Hermano Henning retorna ao posto de âncora do jornal e também assume o cargo de editor-chefe. Durante alguns meses de 2015, ganhou uma reprise entre à partir das 6h da manhã. No dia 10 de julho do mesmo ano foi ao ar a última edição ao vivo do Jornal do SBT, já que a partir do dia 13 de julho passou a ser exibido gravado.

Em 28 de Março, Analice Nicolau substitui Karyn Bravo que passa a apresentar o Primeiro Impacto. Em 9 de maio de 2016, passou a ser exibido em alta definição. A partir de setembro do mesmo ano, com o fim do Okay Pessoal!!! e da exibição de séries na madrugada, o jornal ganhou repetidas reprises no horário.

O Jornal do SBT e suas reprises foram canceladas em 20 de Setembro de 2016. Dando lugar ao SBT Notícias.

Jornal do SBT - Manhã

O Jornal do SBT - Manhã, que posteriormente passou a se chamar SBT Manhã, estreou em 2005 e era exibido originalmente no inicio da manhã e sendo reprisado logo em seguida (durante um tempo, teve duas reprises seguidas. Foi renomeado para SBT Manhã em 2013 e saiu do ar em 2014, dando lugar ao Notícias da Manhã.

Boletins

O Boletim era exibido diariamente durante os intervalos do SBT à noite. Com 30 segundos de duração, trazia informações das reportagens que seriam exibidas à noite no Jornal do SBT. Estreou junto com o boletim do SBT Brasil.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.