Wiki TVPédia Brasil
Advertisement
Wiki TVPédia Brasil

Loading foi um canal de TV aberta voltada ao público jovem pertencente a Spring Comunicação. Inaugurado em 7 de Dezembro de 2020, substituindo a Ideal TV no sinal terrestre e nas TVs por Assinatura.

A Emissora

Definindo-se como uma emissora multiplataforma, era voltada para a cultura pop e geek, produzindo programas que falavam sobre música, cinema, séries, HQs, games, eSports, cultura oriental, entre outros. Também exibia séries e animações internacionais, musicais, tokusatsus e animes.

A sede do canal ficava na Avenida Professor Alfonso Bovero, no mesmo prédio onde foram operados a Tupi e a MTV Brasil.

Histórico

Após o fim da MTV Brasil na TV Aberta em 2013 (cuja estrutura acabou sendo ocupada pela Ideal TV), o Grupo Abril iniciou o processo de venda das concessões e da estrutura física da emissora, através de leilão público. No final do mesmo ano, foi consumada a venda da estrutura para o grupo Spring, do empresário José Roberto Maluf, responsável por publicar a revista Rolling Stone no Brasil. E tendo como sócios os donos da rede de lojas Kalunga: os irmãos José Roberto Garcia e Paulo Roberto Garcia. A venda foi fechada em cerca de R$ 350 milhões.

A ideia inicial dos novos proprietários era de lançar um canal voltado à cultura pop e ao universo das celebridades. Em um formato semelhante com o do canal E!.

Em Janeiro de 2014, a venda foi aprovada pelo CADE. Entretanto, por mais que a venda tivesse sido consumada, o canal permaneceu pelos anos seguintes sob propriedade da Abril, pois a venda não teve a aprovação do Ministério das Comunicações. Uma vez que o pedido de transferência da concessão não havia sido mandado. Esse pedido foi protocolado em julho de 2014. Além disso, no mesmo ano, o Ministério Público Federal moveu uma ação contra as duas empresas, alegando ilegalidade na venda. Argumentando que a transferência de uma concessão pública á terceiros é proibida por lei, e que para se obter uma licença de radiodifusão é necessário passar por licitação pública.

Em Outubro de 2015, sendo publicada no Diário Oficial da União, a transferência da concessão foi aprovada pelo então Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e pelo então Presidente da República, Michel Temer, em caráter precário. Em Maio de 2017, a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal do Brasil deu parecer favorável à renovação da licença.

O projeto do novo canal, voltado para a cultura pop e geek foi anunciado ao público em 26 de Outubro de 2020. O CEO da emissora Thiago Garcia, em entrevista, afirmou que o canal seria uma solução de entretenimento para uma parcela do população brasileira que não tem acesso a esses conteúdos na internet.

às 19h59 de 3 de Dezembro, encerram-se as transmissões da Ideal TV, dando lugar à programação experimental e de divulgação do novo canal, com a aparição do personagem "Mr. 52X" e de uma contagem regressiva na tela. No dia 4, é anunciada uma parceria com a Crunchyroll, para a exibição exclusiva de animes em horário nobre. Em 7 de Dezembro, por volta das 20h28, a Loading foi inicialmente inaugurada. Uma edição especial do programa Multiverso, exibida ao vivo, abriu as transmissões.

Em 11 de Dezembro, a recém-lançada emissora enfrentou uma crise interna com o desligamento de toda sua equipe de eSports. Tudo começou na edição de estreia programa Megagaming, que exibiu uma reportagem investigativa sobre um possível esquema de fraude relacionado a uma campanha de arrecadação de fundos liderada por um jogador. O que desagradou a direção do canal, avisando que o objetivo do canal era ser não abordar assuntos polêmicos. Mesmo assim, no segundo programa, a atração abordou a saída de uma equipe do CBLoL patrocinada por uma empresa de telefonia, dando um destaque negativo para a empresa organizadora do evento, que anunciou o patrocínio de uma marca concorrente.

Por conta dessa abordagem o canal demitiu, no dia 10, o então editor-chefe de eSports Vicenzzo Mandetta e reforçou a ideia de produzir apenas conteúdo positivo sem entrar em polêmicas. A equipe do programa, composta por 12 jornalistas, concordou em se demitir da emissora em solidariedade, alegando estarem sendo censurados. No entanto, a direção da Loading antecipou o ato e demitiu os profissionais. Em solidariedade aos jornalistas, os narradores da Liga Loading de eSports também anunciaram demissão. O site internacional The Esports Observer publicou uma matéria com declarações de ex-funcionários que reportaram as dificuldades na produção de material com equipamentos antigos e ultrapassados que eram usados na MTV Brasil no passado. Em resposta à polêmica, a emissora anunciou em comunicado à imprensa uma reformulação do Megagaming e que o desligamento desses profissionais ocorreu devido a um desalinhamento entre as partes.

Posteriormente, o canal firmou sua programação transmitindo atrações sobre cultura pop e animes. O que gerou aumento de anunciantes e fazendo com que o canal figurasse entre os dez canais de maior audiência da televisão, quase superando concorrentes como a RedeTV! e a RBTV.

Entretanto, na tarde de 27 de maio de 2021, foi anunciado o fim da produção dos programas próprios e a demissão de todos os seus funcionários (cerca de sessenta). O motivo para o desmonte foi a desistência da Kalunga em investir no projeto. Nos dias seguintes, a programação foi tomada por reprises. E com isso, foi decretado o fim do canal, sete meses após seu lançamento.

Advertisement