FANDOM


O Mecanismo é uma série nacional da Netflix. Inspirada livremente nos fatos reais das investigações da Operação Lava Jato e no livro "Lava Jato – o Juiz Sergio Moro e Os Bastidores da Operação Que Abalou o Brasil" de Vladimir Neto. Criada por José Padilha e Elena Soárez, dirigido por José Padilha, Felipe Prado, Marcos Prado e com roteiros de Elena Soárez. A primeira temporada foi lançada em 23 de Março de 2018.

Com Selton Mello, Carol Abras, Enrique Díaz, Lee Taylor e Susana Ribeiro nos papéis principais.

Enredo

Marco Ruffo (Selton Mello), é um delegado da Polícia Federal obcecado pelo caso que está investigando. Quando menos se espera, ele e a agente Verena Cardoni (Carol Abras), estão mergulhados em uma das maiores investigações de desvio e lavagem de dinheiro da história do Brasil: a operação Lava Jato.

A proporção é tão grande que o rumo das investigações muda completamente a vida de todos os envolvidos.

Elenco

Principal

Ator/Atriz Personagem
Selton Mello Marco Ruffo
Carol Abras Verena Cardoni
Enrique Díaz Roberto Ibrahim
Antonio Saboia Dimas Donatelli
Lee Taylor Claudio Amadeu
Otto Jr. Juiz Paulo Rigo
Leonardo Medeiros João Pedro Rangel ("Pepê")
Osvaldo Mil Luis Carlos Guilheme
Jonathan Haagensen Vander
Giulio Lopes Roberval Bruno
Susana Ribeiro Regina Ruffo
Michel Bercovicht Senador Lúcio Lemes

Participações Especiais

Ator/Atriz Personagem
Alessandra Colassanti Wilma Kitano
Anna Cotrim Maria Teresa Assunção
Arthur Kohl João Higino
Caio Junqueira Rique
Carla Ribas Samira Rangel
Clara Garcia Medica
Cláudio Mendes Chebab
Cristina Flores Vanessa Rigo
Eduardo Lago Antônio Mariano
Eliane Abreu Cibele
Emílio Orciollo Netto Ricardo Bretch
Esther Medeitos Beta Ruffo criança
Fabio Yoshihara Agente China
Fran Maya Repórter
Giovanna Rispoli Filha de Ibrahim
Helena Ranaldi Advogada Eva Balesteri
Jayme Periard Dudinha Souza
Júlia Svacínna Beta Ruffo adolescente
Karla Tenório Renata Amadeu
Lionel Fischer Procurador Geral da República
Maria Ribeiro Andrea Mariano
Mariana Nunes Liana Nero
Michel Bercovitch Lúcio
Miguel Lunardi Motta da Silveira
Pia Manfroni assistente social
Pietro Mário Mário Garcez Brito
Priscila Assum Shayenne Rangel
Raquel Rocha Stela Maris
Ravel Cabral Juliano
Sura Berditchevsky Pres. Janete Ruscov

Produção

Em abril de 2016, a Netflix anunciou que faria uma série original, que retrataria as investigações da Operação Lava Jato. A produção se iniciou em maio de 2017 e teve como locação as cidades de cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília.

A primeira temporada foi lançada em 23 de março de 2018 e contou com 8 episódios. O primeiro trailer foi lançado em 18 de Janeiro. Para divulgar a série, a Netflix instalou em Brasília um "corruptômetro": um painel informando a quantidade de dinheiro desviado a cada minuto. Também instalou nos Aeroportos de Congonhas e Brasília a "Loja da Corrupção": estandes que reproduziam lojas fictícias que ofereciam produtos como uma cueca doleira, uma gravata filmadora, o livro "Delação premiada para leigos" e capinhas decorativas para tornozeleiras eletrônicas.

Inspirações Reais

A série anuncia que a história é livremente inspirada em acontecimentos reais e que personagens, situações e outros elementos foram alterados para efeito dramático. Mas alguns personagens e elementos inseridos tem clara inspiração na vida real. São estes.

Pessoas

Pessoas

Na série Inspiração real
Marco Ruffo Gerson Machado
Verena Cardoni Erika Marena
Paulo Rigo Sérgio Moro
Roberto Ibrahim Alberto Youssef
João Pedro Rangel (Pepê) Paulo Roberto Costa
Wilma Kitano Nelma Kodama
Ricardo Bretch Marcelo Odebrecht
Mario Garcez Brito (O Mago) Márcio Thomaz Bastos
Marcelo Rocha Ricardo Pessoa
Cláudio Amadeu Carlos Lima
Dimas Donatelli Deltan Dallagnol
João Higino Lula da Silva
Janete Ruscov Dilma Rousseff
Samuel Thames Michel Temer
Lúcio Lemes Aécio Neves
Tom Carvalho Léo Pinheiro
Maria Tereza Maria Lúcia Tavares
Bernardo Roriz Rodrigo Janot
Agente China Japonês da Federal
Tony João Santana
Andreia Mônica Moura

Empresas, entidades, marcas e outros

Na série Inspiração real
PetroBrasil Petrobras
Empreiteira OSA Grupo OAS
Empreiteira Miller&Bretch Grupo Odebrecht
TR Distribuidora BR Distribuidora
Bueno Engenharia Galvão Engenharia
Banco Brasileiro Banco do Brasil
Banco do Estado Banco Banestado
Partido Operário Partido dos Trabalhadores
Polícia Federativa Polícia Federal
Interpolice Interpol
Procuradoria Geral Republicana PGR (Procuradoria Geral da República)
Ministério Federal Público MPF (Ministério Público Federal)
Presídio Estadual de Jaraguara Complexo Penitenciário de Piraquara II
Revista Leia Revista Veja
Posto da Antena Posto da Torre

Recepção e Críticas

Embora tenha repercutido positivamente por grande parte do público, a série desagradou alguns. Sobretudo militantes de esquerda que acusaram a história de distorcer fatos reais. Isso pelo fato de que no episódio 5 o personagem Higino, personagem correspondente ao ex-presidente Lula, falou sobre "estancar a sangria". Frase emblemática do Sen. Romero Jucá obtida em grampo telefônico.

A ex-presidente Dilma Roussef classificou a obra como "propaganda política", e afirmou que a direção não tem conhecimento do impacto político da série. José Padilha rebateu Dilma chamando-a de iletrada, por estar escrito que os fatos estavam dramatizados e se tratava de uma obra de ficção.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.