FANDOM


Pânico na Band (ou simplesmente Pânico) foi um programa humorístico da Band. Versão televisiva do programa radiofônico "Pânico" e uma espécie de continuação do Pânico na TV, exibido pela RedeTV! entre 2003 e 2012. Comandado por Emílio Surita, foi exibido entre 1 de Abril de 2012 e 31 de Dezembro de 2017.

O Programa

Exibido nos domingos à noite, e ao vivo, o programa basicamente seguia o estilo do Pânico na TV. com quadros de humor dos mais variados. Dentre reportagens em festas, viagens internacionais e paródias.

O programa foi oficialmente idealizado por Tutinha, presidente da rádio Jovem Pan. Era comandado por Emílio Surita e contava com a presença de outros integrantes do elenco no palco.

Assim como na RedeTV!, a Band também reprisava os melhores momentos do programa nas sextas à noite.

História

Desde sua estreia em 2003, o Pânico na TV veio alcançando cada vez mais popularidade entre o público pelo seu estilo de humor escrachado e irreverente. Com o tempo, tornou-se carro-chefe da programação da RedeTV!. Sendo o programa de mais audiência e faturamento da emissora.

Contudo, em 2011, a RedeTV! passava por uma crise financeira. Muitos funcionários sofriam com o atraso dos salários. E isso acabou afetando a equipe do programa que ficava cada vez mais insatisfeita com a emissora. Especulações sobre uma possível transferência para a Band começaram a surgir no final daquele mesmo ano.

Em 16 fevereiro de 2012, a equipe assinou contrato com a Rede Bandeirantes. Alguns integrantes do programa tiveram seus contratos rescindidos automaticamente, sem precisarem pagar multa. No final do mesmo mês foi anunciado que Guilherme Santana, que havia saído do Comédia MTV da MTV Brasil, faria parte do elenco da atração.

Passando a se chamar Pânico na Band, estreou oficialmente em 1º de Abril de 2012, no "Dia da Mentira". Na semana seguinte foram apresentadas as novas Panicats, tendo apenas Babi Rossi como remanescente da emissora anterior. Dentre os novos quadros estavam o "Prainha Gente Fina", o "Jornal do Bóris" (com Carioca imitando Bóris Casoy numa clara sátira ao Jornal da Noite) e "O Maior Arregão do Mundo" (onde os integrantes tinham que enfrentar desafios perigosos). Outros quadros criados no programa anterior continuaram, como "O Impostor", "Amaury Dumbo". "Melhor Melhor do Mundo" e "Pânico Futebol Clube" (que fazia cobertura dos principais jogos de futebol).

Outros quadros sugiram nesse primeiro ano, como o "Academia de Panicats" onde as Panicats deveriam cumprir provas dadas por Bolinha (Marcelo Picon), o "Troféu Joel Santana" e o "Joguin da Verdade". O programa também satirizou as novelas da Globo como Avenida Brasil, que virou "Avenida Barril", e Salve Jorge que virou "Save George".

A segunda temporada estreou em 17 de fevereiro de 2013. Em abril, a ex-panicat Nicole Bahls retorna ao humorístico como parte do time de apresentadores. Nessa temporada mais novos quadros foram lançados em substituição à outros que foram retirados, como o "Poderoso Castiga", "A Turma do Marcelo Sem Dente" (onde Carioca imitava Marcelo Rezende, como "Marcelo Sem Dente", e o programa satirizava o Fala que Eu te Escuto), "Ixxxkenta" (onde Ceará imitava Regina Casé e parodiava o Esquenta!), "Pânico Testes", "O Bem Dormido", "Semana em Pânico", "Quem Ri se Ferra" (Substituindo "O Maior Arregão do Mundo"), "Verdade Ou Mito?", "Funk Zica da Comunidade", "Vovó Vida Loka", "Luan Sacana e Gustavo Lindo", "A Vingança dos Beagles", "Os Rolês Mais Tops do Mundo" e "Pagode da Ofensa".

No segundo semestre do mesmo ano, uma rivalidade entre Eduardo Sterblich e Gui Santana fez com que fosse lançado o quadro "Cinturão do Humor". Onde eles disputavam criando esquetes de humor. Edu acabou vencendo por quatro semana seguidas.

Em dezembro de 2013, Sabrina Sato assinou contrato com a Record. Depois de negociações avançadas e intensa especulação da mídia, Sabrina confirmou seu desligamento no programa no dia 15. A Band e Tutinha tentaram convencê-la do contrário, já que ela correspondia por 45% de todo o faturamento da atração, mas não teve jeito.

Em 2014 o programa voltou com novo cenário e novos quadros, sendo que alguns deles ficaram pouco tempo no ar por baixa repercussão. O maior sucesso daquele ano foi o quadro "Fazendinha Maldita", onde as Panicats ficaram confinadas em fazenda mal assombrada e tinham que passar por provas perigosas e que exploravam o asco, sendo que a cada semana uma delas seria eliminada. Foi nesse quadro que a panicat Mari Gonzalez, a Baianinha, foi efetivada como repórter e apresentadora do programa.

O programa também cobriu Copa do Mundo que acontecia naquele ano, E durante as eleições exibiu quadros que satirizavam os candidatos à presidência. Em 2015, dentre as novidades estavam a entrada de Tiririca, Patrick Maia e o retorno de Carlinhos Silva (o Mendigo). Mas no mesmo ano saíram Wellington Muniz (Ceará) e Nicole Bahls.

Em 2016, Fabio Rabin retorna ao humorístico, e entram os youtubers Lucas Selfie, Julio Cocielo e a modelo Aline Riscado. Mas saem Tiririca e Eduardo Sterblitch, e também Allan Rapp que deixou a direção do programa. Sendo substituído por Marcelo Nascimento. Naquele momento, a atração já enfrentava uma fase complicada. Com baixa audiência e sem a mesma repercussão de antigamente, o Pânico passou por reformulações, e perdia em audiência para o seu concorrente direto: o Encrenca da RedeTV!.

A temporada 2017 estreou em 5 de Fevereiro e mais reformulações foram feitas. Integrantes como Fabio Rabin, Fernanda Lacerda (Mendigata), Gui Santana e Maurício Meirelles deixaram o programa naquele ano. Um dos quadros que estrearam naquela temporada foi o "Largadas e Peladas", onde Panicats participavam nuas de uma competição em uma ilha.

Porém. mesmo com mudanças feitas, o programa não conseguiu vencer o desgaste que se acentuou com a saída dos integrantes mais conhecidos ao longo dos anos. Apesar de ser um dos programas de mais audiência da Band e fazer sucesso nas redes sociais. Após muitos boatos sobre o fim, Carioca confirmou que 2017 seria o último ano da atração. A emissora justificou o fim devido aos altos custos da produção, que tinha faturamento baixo e audiência abaixo do esperado.

O último Pânico na Band ao vivo foi ao ar em 17 de Dezembro de 2017. Marcando 4,2 pontos de audiência no PNT. O último episódio foi ao ar em 31 de Dezembro de 2017, último dia do ano. Marcando a pior audiência de sua história: 0,9 pontos.

Elenco

Nome verdadeiro Nome(s) no programa Cargo(s) Período
Emílio Surita Emilio Narrador e Apresentador 2012-2017
Carlos Alberto da Silva Carlinhos Repórter, Humorista e Apresentador 2015-2017
Marcos Chiesa Bola Apresentador e Repórter 2012-2017
Márvio Lúcio Carioca Humorista e Apresentador 2012-2017
Rodrigo Scarpa Vesgo/Tubarãozinho Repórter e Apresentador 2012-2017
Daniel Zukerman O Impostor Repórter e Humorista 2012-2017
Evandro Santo Christian Pior Repórter, Humorista e Apresentador 2012-2017
Amanda Ramalho Amanda Repórter 2012-2017
Daniel Peixoto Alfinete Repórter e Humorista 2012-2017
Pedro Moura Pedrinho Ator e Elenco de apoio 2012-2017
Marcelo Picon Bolinha Réporter, Diretor e Apresentador 2012-2017
Diego Becker Diego Becker Repórter e Humorista 2014-2017
Lucas Maciel Lucas Selfie Repórter 2014-2017
Solange Damasceno Gaga de Ilhéus Humorista 2015-2017
Cremilda Santana Cremilda Humorista 2015-2017
Filipe Pontes Sabrina Chato Humorista 2017
Leandro Firmino Zé Pequeno Ator e humorista 2017
Felipe Torres Boça Ator e humorista 2017
Sill Esteves Sil Atriz e Repórter 2017
Rogerio Morgado Faustão; Morgado Humorista 2017
Igor Guimarães Igor Guimarães ; Boneco Josias Repórter e Humorista 2017
Charles Henrique Charles Henriquepédia Repórter e Humorista 2014-2017
Alessandra Cariúcha Cariúcha Repórter 2017
Sabrina Sato Japa Repórter e Apresentadora 2012-2013
Wellington Muniz Ceará Apresentador e Humorista 2012-2014
Marcelo Zangrandi Ié Ié Repórter e Humorista 2012-2014
Nicole Bahls Nicole Repórter e Apresentadora 2013-2014
Eduardo Sterblitch Edu Humorista e Apresentador 2012-2015
Eros Prado Inconveniente Repórter e Humorista 2013-2015
Tiririca Tiririca Humorista 2015
Patrick Maia Patrick Maia Repórter 2015
Aline Riscado Aline Riscado Repórter e Apresentadora 2016
Julio Cocielo Cocielo Youtuber 2016
Guilherme Santana Gui Humorista e Apresentador 2012-2017
Mari Gonzalez Mari Baianinha Repórter 2014-2017
Fábio Rabin Fábio Rabin Repórter 2016-2017
Maurício Meirelles Maurício Meirelles Humorista 2016-2017

Panicats

Nome verdadeiro Nome(s) no programa Período em atividade
Fernanda Lacerda Mendigata 2014-2017
Aline Mineiro Aline 2015-2017
Arícia Silva Arícia 2017
Wendy Tavares Wendy 2017
Caroline Belli Carol Belli 2012
Carolina Gonçalves Narizinho 2012
Thaís Bianca Thaís 2012; 2017
Bárbara Rossi Babi / Babi Rossi 2012 - 2013; 2017
Renata Molinaro Renatinha 2012-2014
Mari Gonzalez Mari Baianinha 2014
Késia Muniz Babi Mu 2014-2017

Polêmicas e Críticas

Assim como o Pânico na TV, o Pânico na Band também colecionou críticas e polêmicas durante toda a sua existência. Por diversas vezes os críticos comentaram que o programa não era mais o mesmo dos tempos da RedeTV! e que lançavam mão de um humor mais fácil e apelativo.

Em 2012, por meio de uma decisão judicial tomada pelo desembargador Vito Guglielmi, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, os integrantes do programa ficaram proibidos de se aproximar de Silvio Santos. Tendo que tomar uma distância de 100 metros. Além disso foi proibido que se fizessem imitações do apresentador. Por conta disso, em 24 de Junho, o humorístico fez um enterro simbólico de Ceará como Silvio (já que sua imitação estava vetada).

Durante aquele episódio, várias coroas de flores eram mandadas como se fossem de Sônia Abrão. A apresentadora ficou indignada com a menção, pois segundo ela, seu pai havia falecido na mesma semana do ocorrido. O SBT chegou a estudar uma ação contra a Band contra a brincadeira, pois estariam desrespeitando a ação judicial, mas desistiram para não estender mais esse assunto. No ano seguinte, o Ministério Público autorizou o programa a imitar e usar novamente a imagem de Silvio Santos.

Ainda em 2012, Walcyr Carrasco decidiu processar o programa após uma imitação feita por Evandro Santo, que criou a paródia "Walcyr Churrasco". O autor obteve liminar da desembargadora Elisabete Filizzola, da 2ª Câmara Civil, do Rio de Janeiro, que proibiu que o a atração de imitá-lo e de se aproximar dele sob pena de multa de R$ 50 mil.

Em 2014, após a Copa do Mundo, a equipe do programa perseguiu por diversas vezes o técnico Luiz Felipe Scolari. Tentando entrar em contato com ele em frente à sua casa e durante um voo para Porto Alegre. O que gerou diversas críticas na internet.

Outro momento polêmico e que causou repúdio foi durante a Comic Con Experience em 2015, onde Lucas Maciel e Aline Mineiro foram fantasiados de nerds estereotipados para cobrir o evento. Durante uma entrevista com participantes da convenção, Lucas Selfie passou a língua no braço de uma garota que fazia cosplay da personagem Estelar, de Jovens Titãs. Sentindo-se ofendida, ela fez um desabafo no Facebook sobre o ocorrido. O caso repercutiu negativamente, e por conta disso, o site Omelete que organizava a CCXP proibiu a participação do programa no evento.

Em março de 2016, a ex-participante do Big Brother Brasil 16 Ana Paula Renault, que havia sido expulsa do reality, deu uma entrevista ao programa. O que era proibido por conta do contrato de exclusividade. Mas por conta da popularidade de Ana perante o público, a Globo decidiu não penalizá-la. Em Dezembro de 2016, a Band foi condenada a pagar R$50 Mil à Antonia Fontenelle após o programa divulgar seu número de telefone.

Prêmios

O programa venceu duas vezes o Troféu Internet na categoria "Melhor Programa Humorístico" em 2013 e 2015, e ganhou o Prêmio Rock Show como Melhor Programa de TV em 2013. Eduardo Sterblich ganhou o Meus Prêmios Nick em 2013 na categoria "Humorista Favorito". A atração sempre foi indicada ao Troféu Imprensa como "Melhor Programa Humorístico" desde sua estreia, totalizando seis indicações, mas nunca venceu.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.