FANDOM



H foi um programa voltado aos jovens, exibido pela Band entre 1996 à 2000. Com a saída de Luciano Huck da emissora, foi renomeado para O+ em 2000, e Superpositivo entre 2000 e 2002.

História

Lançado no dia 28 de outubro de 1996, o programa ia ao ar às tardes, às 16 horas. Devido ao seu conteúdo, "inapropriado pro horário", posteriormente passou a ser exibido após as 21 horas, aumentando a audiência do canal. O programa era bastante voltado à atrações musicais, e tinha a participação do DJ Théo Werneck.

Ao longo de sua exibição, passou por algumas reformulações, passando a ter jogos e interação com os participantes da platéia. Um dos quadros de maior sucesso foi o que contava com a presença da modelo Susana Alves, mais conhecida como Tiazinha, uma personagem inspirada em quadrinhos, que tinha traços de sadomasoquismo, que entrou em fevereiro de 1998.

No quadro, rapazes da platéia eram escolhidos e respondiam perguntas, caso errassem, seriam depilados ou levariam chicotadas, esse foi um dos motivos, no qual o programa passou a ser noturno, mas ao mesmo tempo, tornou Tiazinha um fenômeno entre os jovens da época, tanto que ela lançou um álbum musical, posou para a revista Playboy, na qual foi uma das edições mais vendidas da história.

Em 6 de dezembro do mesmo ano a modelo Joana Prado, encarnou a Feiticeira, personagem com teor erótico, que veio como "amiga" de Tiazinha, e fazia danças para os convidados. A personagem não falava, o que poderia ser justificado pelo véu que usava. Assim como Susana, Joana também virou mania entre os jovens, também posando para a revista Playboy e posteriormente participando da Casa dos Artistas no SBT.

Entre dezembro de 1998 e janeiro de 1999, Huck tirou férias, e foi substituído por Susana Werner, em uma edição especial de verão. Em setembro de 1999, Susana Alves deixa o elenco do programa, para se dedicar a uma seriado próprio chamado "As Aventuras de Tiazinha", apesar da emissora oferecer a co-apresentação do H, ela recusou. Também em setembro Luciano Huck assina com a Rede Globo, e faz seu último programa no dia 2 de outubro.

Mudança de nome e apresentadores

Dia 4 de outubro, Otaviano Costa assume a apresentação do H. Costa que já foi apresentador da MTV Brasil, era uma aposta da Band para não afastar o público da época de Huck. Com a mudança do apresentador, o programa passou a se chamar O +, colocou a Feiticeira como repórter. Em 17 de janeiro de 2000, a personagem India, interpretada por Aigo Enaudo é incorporada ao programa, porém sofre um rejeição forte do público e 1 mês depois é afastada de vez.

Em julho daquele ano o programa passa por uma nova reformulação, passando a se chamar Superpositivo. Na tentativa de chamar um público feminino os modelos gêmeos Flávio e Gustavo Mendonça são chamados para participar de quadros, nos quais, mulheres da platéia eram chamadas para brincadeiras, e a vencedora recebia uma dança dos rapazes. A dupla deu um gás novo, se tornando campeã de cartas de fãs. Em setembro uma nova personagem feminina aparece, desta vez é a Internética, uma modelo que ficava em uma redoma de vidro, usando apenas roupas intimas e respondendo perguntas dos internautas.

Em maio de 2001, Sabrina Parlatore assume a apresentação ao lado de Otaviano Costa, e a dupla fica no ar até agosto, quando Costa assina com a RecordTV, alegando o excesso de erotismo no programa. Sabrina segue apresentando até 15 de fevereiro de 2002, quando o programa chega ao seu fim definitivo.

Apresentadores

Como Programa H

  • Luciano Huck (1996 - 1999)
  • Susana Werner (verão de 1998/99)

Como O+

  • Otaviano Costa (1999 - 07/2000)

Como Superpositivo

  • Otaviano Costa (07/2000 - 2001)
  • Sabrina Parlatore (05/2001 - 2002)

Elenco

  • Susana Alves - Tiazinha (1998 - 1999)
  • Joana Prado - Feiticeira (1998 - 2002)
  • Aigo Enaudo - Índia (2000)
  • Flávio e Gustavo Mendonça - Gêmeos (2000 - 2002)
  • Marina Fizolla - Internética (2000 - 2002)
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.