FANDOM


O SBT Notícias foi um jornalístico do SBT que teve cinco versões. A primeira exibida em 1995 e a última foi ao ar entre 2016 e 2019.

História

1ª Versão (1995)

O registro mais antigo que se tem de um jornal chamado SBT Notícias, vem de 1995. Era um jornal que era exibido ás 18h30, e as 1h30 antes do Jô Soares Onze e Meia. Tinha a apresentação de Eliakim Araújo e Lelia Cordeiro que outrora apresentavam o Jornal do SBT.

Foi criado para substituir o policialesco Aqui Agora na edição da noite, porém com um tom menos sensacionalista e mais leve. O jornal foi originalmente criado para ser apresentado no recém-inaugurado CDT da Anhanguera, mas acabou indo ao ar em um estúdio não defintivo, pois o programa foi ao ar antes da inauguração oficial.

No horário em que passava, a audiência era baixa, tanto que o programa foi cancelado no penúltimo dia de 1995. Um dia depois, a grade do SBT estava a mesma que antes do jornal estrear.

2ª Versão (2000-2004)

Alguns anos depois, mais um jornal de nome SBT Notícias foi criado. Diferentemente do anterior, este era diário, indo ao ar de segunda a sexta, as 01h30, aos sábados a meia-noite e aos domingos as 6h. Mais tarde, foi somente ao ar de segunda a sexta, as 2h. Tinha apresentação de Hermano Henning e Marcos Omatti.

Outra mudança também era no formato. Enquanto que a versão de 1995 era um jornal simples, este era uma programação de jornalismo para a madrugada que apostava no formato jornal informativo, onde eram exibidas notícias, reportagens policiais, entrevistas e um comentário sobre os acontecimentos do dia a dia. O material base vinha do noticiário do Jornal do SBT. O SBT Notícias contava também com repórteres de outros estados, trazendo reportagens regionais.

O programa tinha vários quadros que componham inúmeros blocos sobre os mais variados temas. Havia também um específico, de 40 minutos, que era chamado de SBT Bom dia, que abria a programação infantil. Antes era exibido depois do Jornal do SBT, e passou a ser exibido após o Made for TV até o começo do TJ Manhã.

Não se sabe a exata data em que estreou, embora vídeos no YouTube demonstram que o programa pode ter estreado em 2000, como também não se sabe quando o programa terminou, embora seja mais provável que tenha terminado em 2003 ou 2004.

Dentre os blocos que eram apresentados no programa são:

  • Entrevista- Ney Gonçalves Dias fazia duas entrevistas inéditas por diacom personalidades do mundo político, artistas, empresários, intelectuais, esportistas, etc. Lu Barsoti também fazia algumas entrevistas de variedades.
  • Palavra Amiga- Cynira Arruda fazia uma crônica sobre o dia-a-dia das pessoas, usando experiência própria ou relatos que possam motivar o telespectador a enfrentar os problemas do cotidiano. Como o próprio quadro diz: Uma Palavra Amiga.
  • Previsão do Tempo- Juntamente com o Weather Channel, era fornecido a previsão do tempo para os próximos três dias, nas principais capitais brasileiras.
  • Tolerância Zero- Mostrava como era combatido o crime nos Estados Unidos, mas também algumas vezes, no Canadá e Europa.
  • Aconteceu no Mundo- Mostrava imagens fantásticas e curiosas sobre o que acontecia no mundo, como diz o próprio título.

3ª Versão (2005)

Mais um programa com o nome SBT Notícias foi exibido, dessa vez em 2005. Mas diferentemente dos anteriores, este programa era um boletim que era exibido durante a programação, que mostrava os mais variados assuntos policiais, curiosidades, entretenimento, esportes e política, tanto que foi adicionado o nome Breves, fazendo com que ficasse SBT Notícias Breves.

Apresentado por Cynthia Benini e Analice Nicolau, o jornal tinha o apelido de Jornal das Pernas, pelo fato da bancada de vidro vazada mostrar as pernas cruzadas das apresentadoras, que muitas vezes usavam saias muito curtas. Saiu do ar por causa da mudança no jornalismo do SBT, com a contratação de Ana Paula Padrão.

4ª Versão (2013)

Em agosto de 2013, o SBT anunciou que a novela Carrossel seria reprisada no horário. A atitude foi criticada pelo público e imprensa, pois a trama tinha acabado há duas semanas. Para promover a reprise, o canal exibiu no horário antes da reprise começar, o Clube do Carrossel, infantil apresentado por Mateus Ueta e Ana Vitória Zimmerman. Com o cancelamento da reprise, o programa infantil, que tinha o mesmo formato do Bom Dia & Cia. permaneceu no ar.

Porém o Clube do Carrossel não rendeu o resultado esperado, e a reprise de Carrossel foi novamente anunciada, sendo que desta vez, ela foi ao ar. A trama registrava em torno de 6 a 8 pontos no Ibope, porém também não rendeu o resultado esperado.

Em Setembro, foi emitido durante os intervalos da emissora um comunicado, escrito po Silvio Santos. O Comunicado anunciava que a novela não rendeu o resultado esperado pela direção artistica da emissora e por isso seria cancelada, voltando a programação dentro de um ano. O comunicado ainda anuncia que no lugar terá a volta do Aqui Agora, apresentado por Neila Medeiros, que segundo o comunicado seria "a única jornalísta capaz de enfrentar sozinha Datena e Marcelo Rezende".

A decisão de Silvio Santos pegou de surpresa até os próprios funcionários do SBT, que não esperavam essa atitude. Porém dias depois, o comunicado foi reeditado, afirmando que o programa que iria para o ar seria o Boletim de Ocorrências. E mais dias depois, foi anunciado que o nome do programa seria o SBT Notícias. As constante mudanças de nomes deixou a equipe de criação de arte atordoada. Já que cenários e vinhetas tinham que ser feitas as pressas. 

Tanto a imprensa como o público em geral abominou a atitude. Primeiro pelo cancelamento de Carrossel, que mesmo com baixa audiência, tinha o seu público que se sentiu desrespeitado (Silvio já afirmou no passado que nunca cancelaria uma novela). Segundo pelas mudanças inesperadas. O público e a mídia acusaram Silvio Santos de tratar o SBT como um "brinquedinho". A fase da "Grade Voadora" parecia estar voltando com tudo.

O Jornalístico tinha o comando de Neila Medeiros e tinha a participação de Isabele Benito. O programa continha uma abordagem mais leve em comparação com outros jornalísticos da concorrencia exibidos no mesmo horário. Além de mostrar notícias pesadas, também notíciava de vez em quando fatos curiosos e notícias de celebridades. Isabele Benito, a apresentadora do SBT Rio, participava do programa diretamente da capital Fluminense. Tinha destaque o seu bordão "Dedo na Cara", que usava para criticar algo.

O SBT Notícias possuía uma estrutura com links ao vivo e helicópteros, e contava com uma equipe de 35 profissionais, Uma das repórteres era Maria Esmeraldina que apresentava reportagens de entretenimento. Chegou a ser apelidada de "Palmirinha do SBT"

O programa de estreia conseguiu uma boa audiência. Venceu o Brasil Urgente mas perdeu para o Cidade Alerta. Porém depois de alguns dias, a audiência começou a despencar. A queda de audiência no horário foi enorme. O jornalístico marcava por volta de 3 vontos, quase a metade da audiência marcada pelas outras atrações já exibidas no horário. Por diversas vezes chegou a figurar o 5º e o 6º lugar de audiência, perdendo muitas vezes para a TV Cultura que exibia infantis. Durante a sua estreia, dividiu opiniões. Teve quem gostasse por ter uma pauta mais leve, e teve quem não gostasse por ser similar a outros jornalísticos da concorrência. Porém, com o passar do tempo, o jornalístico começa a ganhar cada vez mais a rejeição do público.

O SBT Notícias definitivamente não emplacava, e era preciso buscar uma solução. Saíram na mídia vários boatos. A principal, era de que o programa seria reformulado e/ou trocaria de horário. Também não era descartada a hipótese de cancelamento. Em 18 de Setembro de 2013, numa atitude que surpreendeu a todos, Silvio Santos anunciou que o SBT Notícias seria cancelado. O programa deixou de ser exibido nesse dia. Já era previsível o cancelamento, mas não a atitude imediata de Silvio.

No lugar do jornalístico, foram exibidos episódios da série Eu, A Patroa e as Crianças. De toda a equipe do programa, apenas 2 foram aproveitados, enquanto que o restante foi dispensado. A apresentadora Neila Medeiros foi aproveitada em outros jornalísticos da casa.

5ª Versão (2016 - 2019)

O SBT voltou a apostar em um jornalístico diário de nome SBT Notícias em Setembro de 2016. O novo telejornal estreou em 20 de Setembro de 2016, com mais três horas de duração. Indo ao ar das 2h30 às 6h. Após o Jornal do SBT e antes do Primeiro Impacto. Sendo exibido todos os dias da semana, de domingo a domingo.

O jornalístico foi criado as pressas pela necessidade de ocupar a faixa horária que estava sem programação. A emissora retirou as séries Two and a Half Men e The Big Bang Theory como uma retaliação ao contrato que a Warner fez com a Globo. E o Okay Pessoal foi extinto pois Otávio Mesquita estaria preparando um programa que iria ao ar nas tardes de domingo. Com isso, a emissora reprisava três vezes seguidas o Jornal do SBT, após a exibição original. Fato que desagradou o público e fez a audiência despencar.

Era inicialmente comandado por Cassuis Zeilmann e Marcelo Torres que se revezavam de hora em hora. Em 2 de janeiro, ganhou um acréscimo em seu tempo de exibição após o fim do Jornal do SBT e o Primeiro Impacto. Com isso, o jornal ganhou a adição de Analice Nicolau, Dudu Camargo, Joyce Ribeiro e Karyn Bravo. Contudo, no mesmo ano, Dudu Camargo deixou o jornal após o retorno do Primeiro Impacto, e Joyce e Patrícia Rocha (que era apresentadora eventual) foram demitidas.

Com o passar do tempo, foi tendo a sua duração diminuída, voltando a terminar às 6h. Em 2018, perdeu 25 minutos por conta da reprise do Roda a Roda nas madrugadas e posteriormente pela migração do programa Operação Mesquita, que se tornou um programa diário.

O jornalistico teve seu fim em 15 de Junho de 2019 devido a mudanças. Com isso, o noticiário passa a ser substituído em sua primeira hora por uma reprise do SBT Brasil às 3h15. E no tempo restante pelo Primeiro Impacto que passa a ter seis horas de duração, iniciando às 4h, como uma tentativa de competir com o Hora 1 da Globo. Com o fim, Analice Nicolau e Karyn Bravo são dispensadas pela emissora. E Cassuis Zeilmann fica responsável apenas por fazer reportagens.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.